São Paulo Companhia de Dança abre agenda de apresentações de 2022 em Santa Bárbara
13/01/2022 10:02 em Notícias

A São Paulo Companhia de Dança (SPCD) realizará neste mês suas primeiras apresentações presenciais de 2022 em Santa Bárbara d’Oeste. Os espetáculos serão nos dias 21 e 22 de janeiro (sexta e sábado), às 19h30, no Teatro Municipal “Manoel Lyra”, com entrada franca mediante retirada de ingressos e doação de materiais de limpeza. A SPCD é corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa.

Os ingressos deverão ser retirados um dia antes dos espetáculos na bilheteria do Teatro, na Rua João XXIII, 61, no Centro, e doação de materiais de limpeza que serão revertidos para instituições sociais. A bilheteria funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30.

Seguindo os protocolos governamentais estabelecidos de enfrentamento à Covid-19, será obrigatório o uso de máscaras pelo público durante a permanência no Teatro e, de acordo com os Decretos 65.897 e 66.179 do Governo do Estado de São Paulo, cada espectador também deve apresentar seu comprovante original de vacinação completa contra a Covid-19 (duas doses ou dose única), ou comprovante digital, disponível nas plataformas e-SaúdeSP, PoupaTempo ou ConectSUS.

As apresentações abrem com Mamihlapinatapai, criação original de Jomar Mesquita com colaboração de Rodrigo de Castro e que parte de elementos descontruídos da dança de salão para contar, na cena da dança contemporânea, os caminhos e descaminhos da relação de amor entre homens e mulheres. O título da obra vem do termo homônimo da língua yaghan que significa "um olhar compartilhado por duas pessoas, cada uma desejando que a outra tome uma iniciativa para que algo aconteça, porém, nenhuma delas age”.

Na sequência, os bailarinos apresentam o Pas de Deux de Esmeralda, em versão de Duda Braz a partir da obra de Marius Petipa (1818-1910). Inspirado no livro Notre-Dame de Paris (também conhecido como O Corcunda de Notre Dame), escrito em 1831 por Victor Hugo (1802-1885), este duo da obra original apresenta Esmeralda e Phoebus comemorando a liberdade e a possibilidade de viverem juntos esse amor.

O encerramento fica por conta da pré-estreia de Desassossegos, novo trabalho original de Henrique Rodovalho, coreógrafo residente da São Paulo Companhia de Dança. A obra celebra os 100 anos da Semana de Arte Moderna de 1922, inspiração presente nos movimentos das bailarinas em cena e também no figurino e cenário assinados por Fábio Namatame, criados a partir de desenhos e esboços de A Cangaceira, de Flávio de Carvalho (1899-1973). A partir da fusão de diferentes linguagens artísticas, a nova criação reinterpreta, no século XXI, o sopro de inovação deixado pelos ventos modernistas.

“Que felicidade abrir a agenda de apresentações da Companhia no Teatro Municipal de Santa Bárbara d’Oeste, palco que recebe pela sexta vez a dança da São Paulo. O público que sempre nos acolhe com muito carinho terá a oportunidade de conferir a pré-estreia de Desassossegos, criação que faz uma homenagem ao centenário deste marco na história na cultura brasileira que foi a Semana de Arte Moderna de 1922”, afirma a diretora artística e executiva da São Paulo Companhia de Dança, Inês Bogéa.

A cidade também receberá atividades educativas ministradas pela Companhia sobre a nova obra. No sábado (22), às 10 horas, acontecerá uma oficina prática de dança conduzida pela professora-ensaiadora Beatriz Hack e, na sequência, a diretora Inês e o coreógrafo Henrique Rodovalho realizam uma palestra para contar detalhes sobre a criação. Ambas as ações acontecem de modo gratuito no palco do Teatro, sendo necessário inscrição prévia no site da Companhia (www.spcd.com.br/educativo/inscricoes/). O uso de máscara e a apresentação do comprovante de vacinação serão requisitos obrigatórios para participar das atividades.

As apresentações e as atividades educativas em Santa Bárbara d’Oeste acontecem via parceria institucional da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, e realização da Associação Pró-Dança/São Paulo Companhia de Dança, Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

Serviço:

São Paulo Companhia de Dança no Teatro Municipal “Manoel Lyra”

Programa: Mamihlapinatapai, de Jomar Mesquita com colaboração de Rodrigo de Castro; Pas de Deux de Esmeralda, versão de Duda Braz; pré-estreia de Desassossegos, de Henrique Rodovalho

Datas: 21 e 22 de janeiro (sexta e sábado), às 19h30

Endereço: Rua João XXIII, 61, Centro | Santa Bárbara d’Oeste/SP

Capacidade física: 596 lugares

Entrada franca

Retirada de ingressos 1 dia antes dos espetáculos mediante doação de material de limpeza para instituições sociais

Workshop Desassossegos:

Oficina de Dança com Beatriz Hack + Palestra com Inês Bogéa e Henrique Rodovalho

Data: 22 de janeiro (sábado)

Horários: das 10 às 12h30

Local: Teatro Municipal “Manoel Lyra”

Inscrições gratuitas em: www.spcd.com.br/educativo/inscricoes/

Foto 1 - Ensaio de Desassossegos, de Henrique Rodovalho &9474; Foto: Marcelo Machado

 

Responsável: (Imprensa)

 

COMENTÁRIOS